WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA

As fotos no cabeçalho são
da autoria do CDFF 

Eventos

Mulheres Jovens sob Ataque (debate):

V Conferência Nacional da Rapariga:

Marcha pela liberdade de expressão:

Liberdade de Expressão

Marcha por Gilles Cistac:

Marcha Gilles Sistac

Marcha pela igualdade

Marcha2014_left

Contra violação dos direitos humanos no Código Penal

Diganao2

Concurso de fotografia

Vencedores da 2ª edição

Concurso2_Fotografia3

Marcha pela paz

manifesto_sq

Desfile do 1º de Maio

1maio07_peq

DSR_small
Prémio da Rede de Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos 2012

Anúncio dos vencedores

Marcha de Solidariedade

Marcha02_small

Fotos da Marcha de Solidariedade dos Povos da SADC (2012)

Multimedia

Não é fácil ser mulher ...

naoehfacil_peq

... em Moçambique

Aborto. Pense nisso...

Aborto_small

(Material usado em acções de formação da WLSA)

Perigo de morte!

perigo_de_morte3

O aborto ilegal em Moçambique

Quem vai querer dar a luz aqui?

Fatima

O estado em que se encontram alguns dos postos de saúde em Cabo Delgado

"Alzira"

Alzira_small

Filme produzido pela WLSA Moçambique sobre sobre uma jovem que, até há pouco tempo, vivia com fístula obstétrica.

"Omitidas"

Brochura elaborada pela WLSA Moçambique sobre o problema da fístula obstétrica - um drama que atinge cerca de 100.000 mulheres em Moçambique.

Omitidas

Clique aqui para descarregar a brochura (em PDF)

Leia mais sobre fístula obstétrica

Contra a violência de género

Jogos05_small

A sociedade civil manifestou-se na inauguração dos X Jogos Africanos

Vovós acusadas de feiticeiras:

Nely_peq

Revista de Imprensa

Lista completa: 2297 recortes.

Mulher moçambicana clama pela valorização

08/04/2014 -

Autor: Macanandze, Coutinho

No âmbito da celebração do dia 07 de Abril, as mulheres exigem valorização por parte do Governo no que tange a criação das directrizes contra a violência domestica e os obstáculos que impedem a integração na vida económica, politica e social. Afirmam ainda que, a luta é ver a mulher actuar de forma livre na sociedade sem isolamento social, visto que, causa limitações nos processos de desenvolvimento.

Marcha pela Paz

04/04/2014 -

Autor: Langa, Jaime

A Organização da Mulher Moçambicana organiza uma marcha por ocasião do dia 07 de Abril, visa sensibilizar a sociedade no sentido de optar pela manutenção da paz. A mesma iniciará as 08h na Praça da OMM, e terminará na Praça da Paz, com orações e discursos.

Mulheres querem maior representatividade no topo

04/04/2014 -

Autor: Langa, Jaime

Assinala-se no dia 07 de Abril, dia das Mulheres moçambicanas e, permanecem ainda desafios para que mulheres e homens tenham igualdade de oportunidade, por exemplo, entre vários partidos políticos existentes, nenhum é presidido por uma mulher. Desta forma, as mulheres estão a preparando para participar de forma activa no processo eleitorais, mas é preciso que haja mais campanha de sensibilização para que as mulheres possam estar em pé de igualdade. Ainda no âmbito desse dia, apelam-se os partidos políticos a observarem o princípio de igualdade de género no acto da elaboração das listas de candidaturas para os cargos de deputados a Assembleia da Republica.

Marcha pelo 7 de Abril

03/04/2014 -

Autor: Langa, Jaime

Decorrerá no dia 7 do mês corrente, a marcha alusiva o dia das mulheres moçambicanas com o lema mulher engajada na luta pela paz, eleições livres, justas e transparentes. A mesma culminará com a deposição de flores na Praça dos Heróis, a leitura das mensagens oficiais e momentos culturais.

Reflecte-se sobre HIV e nutrição

02/04/2014 -

Autor: Langa, Jaime

Decorreu no dia 02 e 03 de Abril corrente, a Conferencia Internacional sobre monitoria e advocacia da qualidade e acesso aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, nutrição e HIV/SIDA, com a participação do Governo, Organizações da Sociedade Civil Nacionais e Internacionais.

Vasculham-se redactoras criativas!

01/04/2014 -

Autor: Langa, Jaime

Alusivo o dia 07 de Abril, o programa passeio pela história promove em Maputo, o concurso de redacção criativa denominado “Mulher: Memória e História”, como forma de dar oportunidade às 100 alunas seleccionadas da 10ª classe, nas escolas secundárias Josina Machel, Francisco Manyanga e Comunitária Armando Emílio Guebuza, para que possam narrar, nas suas palavras, o legado de Josina Machel.

Como reduzir a desigualdade de género na agricultura africana

31/03/2014 -

Os estudos feitos pela Fundação Bill Gates, mostra que os agricultores representam 70% da força de trabalho do continente e com o aumento da produtividade agrícola reduz a pobreza na África Subsariana, caso remover os obstáculos da desigualdade entre homem e mulher. Demonstra ainda que, a produtividade da área comandada por mulher continua ainda baixa e encontram dificuldades em mobilizar força de trabalho para fazer a terra prosperar devido a responsabilidade de cuidar dos filhos e outras actividades domesticas.

Revista de Imprensa

Pesquisa

Fontes

Mulher e Lei na África Austral - Moçambique