WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA

As fotos no cabeçalho são
da autoria do CDFF 

Eventos

Mulheres Jovens sob Ataque (debate):

V Conferência Nacional da Rapariga:

Marcha pela liberdade de expressão:

Liberdade de Expressão

Marcha por Gilles Cistac:

Marcha Gilles Sistac

Marcha pela igualdade

Marcha2014_left

Contra violação dos direitos humanos no Código Penal

Diganao2

Concurso de fotografia

Vencedores da 2ª edição

Concurso2_Fotografia3

Marcha pela paz

manifesto_sq

Desfile do 1º de Maio

1maio07_peq

DSR_small
Prémio da Rede de Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos 2012

Anúncio dos vencedores

Marcha de Solidariedade

Marcha02_small

Fotos da Marcha de Solidariedade dos Povos da SADC (2012)

Multimedia

Não é fácil ser mulher ...

naoehfacil_peq

... em Moçambique

Aborto. Pense nisso...

Aborto_small

(Material usado em acções de formação da WLSA)

Perigo de morte!

perigo_de_morte3

O aborto ilegal em Moçambique

Quem vai querer dar a luz aqui?

Fatima

O estado em que se encontram alguns dos postos de saúde em Cabo Delgado

"Alzira"

Alzira_small

Filme produzido pela WLSA Moçambique sobre sobre uma jovem que, até há pouco tempo, vivia com fístula obstétrica.

"Omitidas"

Brochura elaborada pela WLSA Moçambique sobre o problema da fístula obstétrica - um drama que atinge cerca de 100.000 mulheres em Moçambique.

Omitidas

Clique aqui para descarregar a brochura (em PDF)

Leia mais sobre fístula obstétrica

Contra a violência de género

Jogos05_small

A sociedade civil manifestou-se na inauguração dos X Jogos Africanos

Vovós acusadas de feiticeiras:

Nely_peq

Revista de Imprensa

Lista completa: 2318 recortes.

Prepara-se cimeira da SADC sobre género.

18/03/2014 -

Autor: Langa, Jaime

Iniciam este mês e o próximo as cimeiras distritais e nacionais com vista à preparação da cimeira regional do Protocolo da Comunidade dos Países da África Austral (SADC), sobre Género que decorrerá no mês de Maio, em Joanesburgo. A cimeira terá como ponto de agenda: campanha 50/50 para colocar os países da SADC que vão realizar eleições nos próximos dois anos; género e mudanças climáticas.

Projecto quer erradicar violência sobre crianças

18/03/2014 -

Autor: Joel, Iracema

Save The Children lançou o projecto “Toda Criança é minha Criança”, em parceria com a ADEMO, RECAC e a Rede CAME, com o propósito de contribuir para erradicação da violência contra menores, tráfico e abuso sexual nos municípios da Beira, Nacala e Pemba.

Forçada a casar-se Procuradoria garante protecção

22/11/2013 - - PDF

O envolvimento de adultos com raparigas na região de Malema está aparentemente a enraizar-se. E o exemplo de Fátima Costa que foi forçada a casar-se há seis anos, quando tinha 16 anos de idade com o seu cônjuge de 55 anos.

Trabalhar na rua a apostar na escola

01/11/2013 -

Autor: Evelina Muchanga

“Não conheci o meu pai. A mamã diz que ele não assumiu a gravidez. Aprendi desde cedo a trabalhar para estudar. Sei conciliar a escola com as tarefas domésticas e a venda. Nunca faltei às aulas. Parecendo que não, tenho muito tempo para estudar porque enquanto não aparecem clientes, revejo a matéria”. São vítimas de assédio sexual e insultos porque, depois de consumirem o produto que vendem, alguns clientes dizem que não tem qualidade.

Complicações na gravidez e parto: Setenta mil raparigas morrem anualmente

01/11/2013 -

Pelo menos 70 mil raparigas de 10 a 19 anos morrem anualmente por causa de complicações durante a gravidez e o parto, indica um relatório das Nações Unidas que apela a uma mudança de políticas e mentalidades. “A gravidez na adolescência não é resultado de uma escolha deliberada, mas de uma falta de escolhas e fruto de circunstâncias que fogem ao controlo da rapariga”.
Moçambique é o quinto dos 40 países a nível mundial onde mais de 20 por cento das mulheres entre os 20 e os 24 anos dizem ter tido um filho antes dos 18 anos, segundo o relatório intitulado “A mãe-criança – enfrentar os desafios da gravidez na adolescência”. Estudos revelam que estas raparigas correm maiores riscos de morte materna ou de fístula obstétrica. Muitas das menores ficam incontinentes e enfrentam um futuro difícil ao serem pressionadas a abandonar precocemente a escola.

Revista de Imprensa

Pesquisa

Fontes

Mulher e Lei na África Austral - Moçambique