WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA

As fotos no cabeçalho são
da autoria do CDFF 

Eventos

V Conferência Nacional da Rapariga:

Marcha pela liberdade de expressão:

Liberdade de Expressão

Marcha por Gilles Cistac:

Marcha Gilles Sistac

Marcha pela igualdade

Marcha2014_left

Contra violação dos direitos humanos no Código Penal

Diganao2

Concurso de fotografia

Vencedores da 2ª edição

Concurso2_Fotografia3

Marcha pela paz

manifesto_sq

Desfile do 1º de Maio

1maio07_peq

DSR_small
Prémio da Rede de Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos 2012

Anúncio dos vencedores

Marcha de Solidariedade

Marcha02_small

Fotos da Marcha de Solidariedade dos Povos da SADC (2012)

Multimedia

Não é fácil ser mulher ...

naoehfacil_peq

... em Moçambique

Aborto. Pense nisso...

Aborto_small

(Material usado em acções de formação da WLSA)

Perigo de morte!

perigo_de_morte3

O aborto ilegal em Moçambique

Quem vai querer dar a luz aqui?

Fatima

O estado em que se encontram alguns dos postos de saúde em Cabo Delgado

"Alzira"

Alzira_small

Filme produzido pela WLSA Moçambique sobre sobre uma jovem que, até há pouco tempo, vivia com fístula obstétrica.

"Omitidas"

Brochura elaborada pela WLSA Moçambique sobre o problema da fístula obstétrica - um drama que atinge cerca de 100.000 mulheres em Moçambique.

Omitidas

Clique aqui para descarregar a brochura (em PDF)

Leia mais sobre fístula obstétrica

Contra a violência de género

Jogos05_small

A sociedade civil manifestou-se na inauguração dos X Jogos Africanos

Vovós acusadas de feiticeiras:

Nely_peq

Revista de Imprensa

Jornal A Verdade online

Foram encontrados 407 resultados com esta fonte.

No garimpo, prostituição, droga e na carga pesada : Um milhão de crianças envolvidas nas piores formas de trabalho infantil em Moçambique

05/04/2019 -

Cerca de um milhão de crianças moçambicanas estão envolvidas nas piores formas de trabalho infantil, de acordo com os resultados do estudo realizado pelo Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS), em parceria com a Universidade Eduardo Mondlane-UEM, com o objectivo de compreender melhor este fenómeno, no País.

 

Governo pretende unificar Alta Autoridade para Indústria Extractiva e a Iniciativa para Transparência nas Indústrias Extractivas porque “são coincidentes”

02/04/2019 -

O Governo de Filipe Nyusi, que desde 2015 viola a lei adiando a instalação da Alta Autoridade para Indústria Extractiva pretende agora unifica-la com a Iniciativa para Transparência nas Indústrias Extractivas. “Vai uma única instituição cuidar dos dois assuntos, são coincidentes”, declarou ao @Verdade o ministro dos Recursos Minerais e Energia, Ernesto Max Tonela.

Revista de Imprensa

Pesquisa

Fontes

Mulher e Lei na África Austral - Moçambique