WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA

As fotos no cabeçalho são
da autoria do CDFF 

Eventos

16 Dias de Activismo Contra a Violência de Género 2020:

Mês da mulher 2020:

Debate, workshop, feira, música, desporto, cinema, exposição, poesia, teatro, dança e muito mais

Programa do Mês da Mulher 2020

Campeonato de futebol:

“Unidos Contra a Violência Sexual”

Vamos falar de aborto!

(mesa redonda)

Mulheres Jovens sob Ataque (debate)

V Conferência Nacional da Rapariga

Marcha pela liberdade de expressão

Liberdade de Expressão

Marcha por Gilles Cistac

Marcha Gilles Sistac

Marcha pela igualdade

Marcha2014_left

Contra violação dos direitos humanos no Código Penal

Diganao2

Concurso de fotografia

Vencedores da 2ª edição

Concurso2_Fotografia3

Marcha pela paz

manifesto_sq

Desfile do 1º de Maio

1maio07_peq

DSR_small
Prémio da Rede de Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos 2012

Anúncio dos vencedores

Marcha de Solidariedade

Marcha02_small

Fotos da Marcha de Solidariedade dos Povos da SADC (2012)

Multimedia

Não é fácil ser mulher ...

naoehfacil_peq

... em Moçambique

Aborto. Pense nisso...

Aborto_small

(Material usado em acções de formação da WLSA)

Quem vai querer dar a luz aqui?

Fatima

O estado em que se encontram alguns dos postos de saúde em Cabo Delgado

"Alzira"

Alzira_small

Filme produzido pela WLSA Moçambique sobre sobre uma jovem que, até há pouco tempo, vivia com fístula obstétrica.

"Omitidas"

Brochura elaborada pela WLSA Moçambique sobre o problema da fístula obstétrica - um drama que atinge cerca de 100.000 mulheres em Moçambique.

Omitidas

Clique aqui para descarregar a brochura (em PDF)

Leia mais sobre fístula obstétrica

Contra a violência de género

Jogos05_small

A sociedade civil manifestou-se na inauguração dos X Jogos Africanos

 

Revista de Imprensa

Diário do País

Foram encontrados 68 resultados com esta fonte.

Deputados satisfeitos com redução de uniões prematuras em Manica

31/08/2021 -

Na Província de Manica, centro do País, os deputados membros do Gabinete da Mulher Parlamenta (GMP) e da Comissão dos Assuntos Sociais, do Género Tecnologia e Comunicação Social (CASGTCS) manifestaram a sua satisfação com o trabalho desenvolvido pelos órgãos da sociedade civil, que tem contribuído significativamente para a redução de uniões prematuras e a desistência da rapariga na escola. “Estamos satisfeitos com o trabalho que está a ser desenvolvido pelas organizações da Sociedade Civil na província e encorajamos a necessidade de expandir as suas acções para outros distritos que estão longe da capital, uma vez que entendemos que estas estão mais aglomeradas na cidade onde se verifica esta redução”, disse Mafuiane para quem estes organismos devem desconcentra-se e, dentro das suas capacidades e possibilidades, abranger mais pessoas.

No palco de alegados abusos: Governo coloca apenas mulheres na segurança da cadeia feminina de Ndlavela

15/07/2021 -

O Ministério da Justiça e Assuntos Religiosos de Moçambique decidiu colocar apenas guardas prisionais mulheres na cadeia feminina de Ndlavela, na província de Maputo, alvo de acusações de exploração sexual de prisioneiras. As agentes penitenciárias vão actuar na zona reservada aos pavilhões onde estão localizadas as celas e na área administrativa e um pequeno número de guardas prisionais de sexo masculino vai garantir a segurança da parte exterior da cadeia.

ONG denuncia agressão contra quatro jornalistas pela polícia municipal de Nampula

02/07/2021 -

O Instituto para a Comunicação Social da África Austral (Misa Moçambique), organização de defesa da liberdade de imprensa denunciou ontem agressões a quatro jornalistas por agentes da polícia municipal da província de Nampula, norte do país. Segundo a organização, os jornalistas terão sido agredidos quando investigavam uma suposta detenção ilegal de três pessoas pela polícia municipal, tendo-se dirigido às instalações da corporação para perceber a situação. “ (Eles) foram recebidos com insultos e agressões físicas protagonizadas pelo comandante e chefe das operações, na companhia dos outros membros da corporação”, acrescenta o Misa Moçambique.

Rebeldes usam mulheres e crianças como escudo humano

02/07/2021 -

Cabo Delgado – Segundo o general Cristóvão Chume, comandante do ramo do exército, em declarações à Rádio Moçambique, ao descrever os combates que têm acontecido no distrito de Palma, os grupos rebeldes estão a usar mulheres e crianças como escudo humano no combate com as forças moçambicanas. “A primeira barreira que encontramos são crianças e senhoras”. Temos vindo a instruir os nossos camaradas que estão a combater no sentido de preservar a vida dessas crianças e senhoras, indo atrás daqueles que têm armas – ou que mesmo não tendo se apresentam como (membros) do grupo terrorista”, referiu.

 

Covid-19: Ajudas foram canalizadas para elites em vez das populações

10/06/2021 -

Maputo – Segundo Adriano Nuvunga, Director do Centro para a Democracia e Desenvolvimento ( CDD ), “As verbas disponibilizadas por entidades multilaterais para ajudar a combater a pandemia deviam ir para protecção social, revitalização da economia e estabilização macroeconómica, mas as prioridades foram alteradas e corruptamente Moçambique continuou com o mesmo padrão de governação de corrupção, entregando o dinheiro às elites, às grandes empresas, em vez de dar às famílias”.

Violência policial em Moatize agride manifestantes pacíficos incluindo crianças

12/05/2021 -

Na província de Tete, a mineradora brasileira Vale Moçambique, tem estado a ferro e fogo com artesãos que, antes da entrada da Vale dedicavam-se ao fabrico de tijolos, para o mercado local e para o Malawi. O início da mineração ditou o encerramento das suas pequenas fábricas, ao que se seguiram promessas de justas indemnizações, entretanto geridas de forma ardilosa e sem transparência há mais de uma década.

 

Promovido pela ONU Mulheres: Empreendedorismo feminino em tempo de pandemia é debatido em Maputo

12/04/2021 -

A ONU Mulheres realizou esta semana, em Maputo, um encontro virtual intitulado “Integrando a Perspectiva do Género nos Estímulos Fiscais e Económicos Adoptados para Mitigar os Efeitos da Pandemia COVID-19 no Sector Empresarial” envolvendo proeminentes mulheres líderes moçambicanas e destacáveis representantes de instituições parceiras. O evento enquadra-se num conjunto de debates alusivos a celebração do Mês da Mulher (incluindo o 7 de Abril), sob o lema “Mulheres na Liderança: Construindo para um futuro de igualdade num mundo com a COVID-19. O principal objectivo do diálogo foi destacar a importância da promoção de uma recuperação económica inclusiva e iguais oportunidades de benefício fiscal e monetário das empresas lideradas por mulheres e empresas que empregam mais mulheres nos sectores desproporcionalmente afectados pela pandemia COVID-19.

Vale assinala Dia da Mulher Moçambicana

09/04/2021 -

Na semana em que se comemora o Dia da Mulher Moçambicana, a Vale organizou uma palestra online para falar sobre os Desafios da Mulher a nível pessoal e profissional, no contexto da pandemia da Covid-19. Uma forma que reconhecer o papel e a importância cada vez maior da mulher moçambicana numa sociedade mais equitativa. A conferência decorreu na terça-feira, dia 6 de Abril, e destinou-se a todos os colaborares da empresa, homens e mulheres.

Revista de Imprensa

Pesquisa

Fontes

Mulher e Lei na África Austral - Moçambique