WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA

As fotos no cabeçalho são
da autoria do CDFF 

Eventos

Mulheres Jovens sob Ataque (debate):

V Conferência Nacional da Rapariga:

Marcha pela liberdade de expressão:

Liberdade de Expressão

Marcha por Gilles Cistac:

Marcha Gilles Sistac

Marcha pela igualdade

Marcha2014_left

Contra violação dos direitos humanos no Código Penal

Diganao2

Concurso de fotografia

Vencedores da 2ª edição

Concurso2_Fotografia3

Marcha pela paz

manifesto_sq

Desfile do 1º de Maio

1maio07_peq

DSR_small
Prémio da Rede de Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos 2012

Anúncio dos vencedores

Marcha de Solidariedade

Marcha02_small

Fotos da Marcha de Solidariedade dos Povos da SADC (2012)

Multimedia

Não é fácil ser mulher ...

naoehfacil_peq

... em Moçambique

Aborto. Pense nisso...

Aborto_small

(Material usado em acções de formação da WLSA)

Perigo de morte!

perigo_de_morte3

O aborto ilegal em Moçambique

Quem vai querer dar a luz aqui?

Fatima

O estado em que se encontram alguns dos postos de saúde em Cabo Delgado

"Alzira"

Alzira_small

Filme produzido pela WLSA Moçambique sobre sobre uma jovem que, até há pouco tempo, vivia com fístula obstétrica.

"Omitidas"

Brochura elaborada pela WLSA Moçambique sobre o problema da fístula obstétrica - um drama que atinge cerca de 100.000 mulheres em Moçambique.

Omitidas

Clique aqui para descarregar a brochura (em PDF)

Leia mais sobre fístula obstétrica

Contra a violência de género

Jogos05_small

A sociedade civil manifestou-se na inauguração dos X Jogos Africanos

Vovós acusadas de feiticeiras:

Nely_peq

Revista de Imprensa

Lista completa: 2318 recortes.

Parlamentares preocupado com gestão de receitas da indústria extractiva

18/06/2019 - - PDF

Os deputados membros da Comissão de Agricultura, Economia e Ambiente (CAEM) e os membros das assembleias provinciais defenderem a necessidade de aprimoramento dos debates, a vários níveis, sobre a gestão das receitas provenientes da indústria extractivas para que estas sirvam, efectivamente, para o desenvolvimento das comunidades onde ocorrem os recursos naturais.

Instituto para a Democracia Multipartidária lança Academia Política da Mulher

18/06/2019 - - PDF

O Instituto para a Democracia Multipartidária (IMD) lança, no dia 19 de Junho, em Maputo, a Academia Política da Mulher (APM), uma plataforma para empoderar a mulher através da capacitação e influenciar para a sua participação activa na vida política, explorando espaços e oportunidades com vista a atingir posições de liderança nos partidos políticos, nos órgãos ou instituições democráticas e demais cargos eleitos no País.

Trabalhadores domésticos queixam-se da persistência da violação dos seus direitos

18/06/2019 - - PDF

Os problemas que inquietam a classe estão longe de ser resolvidos. Mesmo depois da aprovação do regulamento de trabalho doméstico, através do Decreto 4/2008 de 26 de Novembro, o grupo ressente-se de injustiças, baixos salários, excesso da carga horária e despedimentos alegadamente sem justa causa.

Albinos alvos de raptos e assassinatos em Nampula

18/06/2019 - - PDF

Nampula, a província mais populosa de Moçambique volta a conquistar uma popularidade anormal: o assassinato de albinos. O fenómeno não é novo, mas nos últimos três anos quase que não se ouvia falar. Agora, os criminosos voltaram à carga, sem dó, nem piedade, não escolhem o sexo, nem idade. A única condição para ser elegível a um rapto e assassinato brutal é ter problemas de pigmentação da pele, vulgarmente conhecido por albinismo.

Correr pelas pessoas com albinismo

18/06/2019 - - PDF

Através do seu programa de Responsabilidade Social ‘Mais Moçambique Pra Mim’, o Millennium bim voltou a apoiar a Associação Khanimambo na realização da 2ª Corrida Com Mais Luz, este ano sob o lema “A Caminhar, a Correr ou de Bicicleta, juntos pelas Pessoas com Albinismo”. A prova foi antecedida por Conferência que abordou temas com vista a uma maior sensibilização sobre a doença em Moçambique.

IESE prova como é que o STAE manipulou os dados de Gaza a partir de 986.000 habitantes fantasmas

17/06/2019 - - PDF

O Centro de Integridade Pública (CIP) publicou uma análise, na semana passada, indicando que os dados do recenseamento eleitoral foram manipulados para atribuir mais assentos parlamentares à província de Gaza. Nas contas do CIP, tal manipulação pode dar ao partido Frelimo cerca de 370 votos a mais, a partir de eleitores fantasmas.
O Instituto de Estudos Económicos e Sociais (IESE), apresentou, no fim-de-semana, uma explicação sobre a origem desses números, numa análise da autoria do investigador António Francisco, da qual publicamos, a seguir, alguns excertos.

Partidos políticos desafiados a desenharem manifestos eleitorais sensíveis a criança

14/06/2019 - - PDF

O jornalista e académico moçambicano, Tomás Vieira Mário, desafiou esta quarta-feira, em Maputo, aos partidos políticos moçambicanos que pretendem concorrer para as eleições a terem lugar a 15 de Outubro corrente no país a desenharem manifestos eleitorais que reflictam sobre os reais problemas e preocupações da população moçambicana com enfoque para a questões que afectam a criança e não manifestos cujo cunho seja apenas vencer as eleições.

Sonhos e infâncias perdidas em Nampula

14/06/2019 - - PDF

Autor: Moniz, Charles

Casar-se, ser obediente, uma boa esposa e doméstica, garantir a continuidade da espécie humana, saber cuidar do marido e nunca se insurgir contra as suas ordens são alguns preceitos que as comunidades incutem nas meninas desde a infância, sem avaliar os prejuízos destas práticas, acarretam
na vida de quem é forçada a interromper a instrução para ser serviçal.

Revista de Imprensa

Pesquisa

Fontes

Mulher e Lei na África Austral - Moçambique