WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA WLSA

As fotos no cabeçalho são
da autoria do CDFF 

Eventos

Campeonato de futebol:

“Unidos Contra a Violência Sexual”

Vamos falar de aborto!

(mesa redonda)

Mulheres Jovens sob Ataque (debate)

V Conferência Nacional da Rapariga

Marcha pela liberdade de expressão

Liberdade de Expressão

Marcha por Gilles Cistac

Marcha Gilles Sistac

Marcha pela igualdade

Marcha2014_left

Contra violação dos direitos humanos no Código Penal

Diganao2

Concurso de fotografia

Vencedores da 2ª edição

Concurso2_Fotografia3

Marcha pela paz

manifesto_sq

Desfile do 1º de Maio

1maio07_peq

DSR_small
Prémio da Rede de Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos 2012

Anúncio dos vencedores

Marcha de Solidariedade

Marcha02_small

Fotos da Marcha de Solidariedade dos Povos da SADC (2012)

Multimedia

Não é fácil ser mulher ...

naoehfacil_peq

... em Moçambique

Aborto. Pense nisso...

Aborto_small

(Material usado em acções de formação da WLSA)

Perigo de morte!

perigo_de_morte3

O aborto ilegal em Moçambique

Quem vai querer dar a luz aqui?

Fatima

O estado em que se encontram alguns dos postos de saúde em Cabo Delgado

"Alzira"

Alzira_small

Filme produzido pela WLSA Moçambique sobre sobre uma jovem que, até há pouco tempo, vivia com fístula obstétrica.

"Omitidas"

Brochura elaborada pela WLSA Moçambique sobre o problema da fístula obstétrica - um drama que atinge cerca de 100.000 mulheres em Moçambique.

Omitidas

Clique aqui para descarregar a brochura (em PDF)

Leia mais sobre fístula obstétrica

Contra a violência de género

Jogos05_small

A sociedade civil manifestou-se na inauguração dos X Jogos Africanos

Vovós acusadas de feiticeiras:

Nely_peq

Revista de Imprensa

Lista completa: 2477 recortes.

Mais de oitocentos e quarenta hospitais oferecem cuidados obstétricos de emergência

24/08/2019 - - PDF

Mais de 840 unidades sanitárias oferecem serviços e cuidados obstétricos de emergência, o que está a contribuir para a redução da mortalidade materna no país.

Atendidos no Hospital Central de Maputo: Aumentam casos de violência doméstica

24/08/2019 - - PDF

Segundo um comunicado do Hospital Central de Maputo, o número de casos de violência doméstica, na cidade e província de Maputo, tem vindo a crescer, apesar dos esforços das autoridades no endurecimento das medidas punitivas contra os agressores. O Serviço de Urgências de Medicina Legal de HCM, atendeu no primeiro semestre deste ano 638 casos, o que representa um aumento comparado com igual período de 2017, que atendeu 631 casos.

Governo reconhece desafios para o funcionamento das Assembleias Provinciais

22/08/2019 - - PDF

O Governo moçambicano reconheceu, que continua um desafio a criação de condições e apoio técnico e metodológico para o melhor funcionamento das Assembleias Provinciais, volvidos cerca de dez anos da sua instalação no país.

Quatro províncias passam a ter Programa de Reabilitação Baseada na Comunidade

22/08/2019 - - PDF

Quatro províncias do Centro e Norte do país, nomeadamente, Tete, Zambézia Nampula e Sofala, passam, a partir do próximo ano, a implementar
o Programa de Reabilitação Baseada na Comunidade, visando a integração da pessoa com deficiência no meio social.

Assistidas crianças vítimas de violência

21/08/2019 - - PDF

Mais de 50 crianças residentes nos bairros Luís Cabral e Chamaculo”C”, em Maputo, vitimas de violência domestica, beneficiaram de apoio jurídico e psicológico, no âmbito de uma iniciativa financiada pela União Europeia

Mulheres destacadas no Dia Mundial de Assistência Humanitária

20/08/2019 - - PDF

Celebrou-se o Dia Mundial de Assistência Humanitária (19.08.2019). As Nações Unidas marcaram este dia para homenagear pessoas que actuam nessa área e realçar que e preciso apoio para os afectados por crises. A ONU destacou a acção de mulheres em crises em todo o mundo a quem chama de ” heróis desconhecidos, que há muito tempo trabalham nas linhas de frente, nas suas próprias comunidades, entre os campos mais difíceis.

Uma em cada duas mulheres sofre de anemia no país

19/08/2019 - - PDF

A chefe do Departamento de Nutrição no Ministério de Saúde, Marla Amaro, diz que uma em cada duas mulheres, no país, sofre de anemia.
Citando o Índice Demográfico da Saúde, Marla Amaro, disse que a maior parte das mulheres em idade fértil (dos 15 aos 59 anos) tem anemia.

Revista de Imprensa

Pesquisa

Fontes

Mulher e Lei na África Austral - Moçambique